Seguidores

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Odebrecht venderá participação em mina de diamante para pagar acordos

Odebrecht venderá participação em mina de diamante para pagar acordos

Objetivo da empresa também é fortalecer seu caixa em momento de retomada dos negócios depois de se tornar alvo da Lava Jato
Por: Folhapress 
Mina de diamantes Catoca fica localizada em Angola, na África
Mina de diamantes Catoca fica localizada em Angola, na ÁfricaFoto: Divulgação
A Odebrecht conseguiu autorização para vender sua participação em uma das principais minas de diamante da África, a Catoca, localizada em Angola.

O objetivo da empresa é gerar liquidez para pagar compromissos assumidos em seus acordos de leniência e fortalecer seu caixa em momento de retomada dos negócios depois de se tornar alvo da Lava Jato.


Só nas leniências firmadas com autoridades do Brasil, Estados Unidos e Suíça o grupo baiano se comprometeu a pagar R$ 6,9 bilhões.

A empreiteira tem desde 1993 16,4% da mina de Catoca em sociedade com a Endiama (Empresa Nacional de Diamantes de Angola), a estatal russa Alrosa e o grupo israelense Lev Leviev.

O comunicado sobre a autorização da venda foi divulgado nesta terça-feira (1) pela Sociedade Mineira de Catoca. A expectativa da Odebrecht é que a venda seja concluída ainda este ano.
Por: Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário